Maiores aéreas dos EUA cancelaram 74.500 voos em 2014

Quatro das principais companhias americanas calculam prejuízos por conta do frio intenso nos Estados Unidos neste início de ano

São Paulo – Durante os dois primeiros meses do ano, o inverno não deu trégua nos Estados Unidos e as principais companhias aéreas do país, agora, fazem a conta de quanto perderam com os milhares de voos cancelados no período por lá.

Em conferência do JP Morgan sobre o setor de aviação, nesta segunda-feira, a Delta Air Lines, United Continental, American Airlines e Southwest Airlines afirmaram que 74.500 voos entre janeiro e fevereiro foram cancelados por elas.

As informações foram publicadas pelo Wall Street Journal.

Somente a Delta cancelou 17.000 voos. Para Ed Bastian, presidente da companhia, as perdas com os cancelamentos podem chegar a 55 milhões de dólares e serão contabilizadas no balanço do primeiro trimestre deste ano.

A American Airlines cancelou 28.000 voos, um aumento de 164% na comparação com o mesmo período do ano passado. A companhia ainda não divulgou o impacto do prejuízo em seu caixa.

A United Continental cancelou 23.000 voos, 90% deles regionais. A companhia, no entanto, espera ter uma receita até 4% maior no primeiro trimestre. A United é a maior empresa aérea de tráfego dos Estados Unidos.

Já a Southwest Airlines, quarta maior do país, cancelou cerca de 4.000 voos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.