Lucro do Baidu sobe com maior foco em dispositivos móveis e IA

O lucro líquido atingiu 4,41 bilhões de iuanes (654 milhões de dólares) nos três meses até junho, 83,5% a mais que no ano anterior

O provedor chinês de ferramentas de buscas online Baidu divulgou um salto no lucro trimestral, recuperando-se de uma sequência de investigações regulatórias no ano passado, com o aumento do foco em dispositivos móveis e serviços de inteligência artificial puxando o crescimento.

O resultado chega em um momento em que o Baidu concentra sua atenção em apenas algumas áreas fora de seu negócio principal, enquanto as outras duas grandes empresas de tecnologia da China – Tencent Holdings e Alibaba Group Holding – gastam bilhões de dólares na expansão para diversos setores em vários mercados.

O Baidu disse que seu lucro líquido atingiu 4,41 bilhões de iuanes (654 milhões de dólares) nos três meses até junho, 83,5 por cento a mais que no ano anterior, quando o lucro caiu em um terço, no resultado mais fraco desde a listagem na bolsa de Nova York em 2005.

A queda do lucro do ano passado coincidiu com as investigações sobre como terceiros usaram o serviço de publicidade do Baidu, após a morte de um paciente com câncer, que encontrou tratamento ineficaz por meio de anúncios no Baidu.

O inquérito, por sua vez, levou à reestruturação do Baidu, que desviou recursos de empreendimentos menos lucrativos para Inteligência Artificial, big data, serviços em nuvem e vídeo, o que contribuiu para o salto no lucro do segundo trimestre.

O Baidu disse que a receita no segundo trimestre subiu 14,3 por cento, para 20,87 bilhões de iuanes, ante estimativa média de 13 analistas consultados pela Reuters de queda de 13,8 por cento.

A empresa espera crescimento maior da receita no terceiro trimestre, de até 30 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

O Baidu espera que a receita do terceiro trimestre cresça para uma faixa entre 23,13 bilhões e 23,75 bilhões de iuanes, com crescimento oriundo de anúncios e vídeos, assim como serviços financeiros e computação em nuvem, disse a chefe da subsidiária Baidu Capital, Jennifer Li.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.