Lideranças femininas se reúnem para discutir empreendedorismo e inovação

Evento anual da Rede Mulher Empreendedora terá workshops, painéis e interações com investidoras e representantes do ecossistema de startups do país
Empreendedorismo feminino: evento da RME fala de inovação e acesso a capital (monkeybusinessimages/Thinkstock)
Empreendedorismo feminino: evento da RME fala de inovação e acesso a capital (monkeybusinessimages/Thinkstock)
Por Maria Clara DiasPublicado em 25/05/2022 06:00 | Última atualização em 25/05/2022 09:35Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Começa nesta quarta-feira o Mansão das Empreendedoras, encontro anual da Rede Mulher Empreendedora (RME), uma das principais organizações de apoio ao empreendedorismo feminino no Brasil. Depois de dois anos sendo realizado de forma remota em função da pandemia de covid-19, o evento volta a ser presencial em 2022. A proposta, segundo a RME, é reunir as principais lideranças femininas do ecossistema de inovação e startups no país, de investidoras a fundadoras.

Entre as convidadas a palestrar no evento estão Licia Souza, da We Impact; Luiza Leite, da ACE; Flavia Deutsch, fundadora da Theia; Cecília Zanotti, da Aspen, Graziele Gomes, do Distrito; Maria Rita, da Anjos do Brasil e Dani Junco, fundadora da B2Mamy.

Além dos painéis, o evento terá também a apresentação de pitch de três startups que estão com rodadas de investimento em aberto. São elas a AcademiCV, fundada por Marina Beneton, Sisterwave, da empreendedora Jussara Botelho e Gestar, das empreendedoras Lettycia Vidal e Giovana Milani.

O evento acontece em um momento de destaque para o empreendedorismo feminino. No Brasil, as mulheres empreendedoras representam boa parte do total de líderes de pequenos negócios no Brasil. Ao todo, o país tem 43 milhões de empreendedores, segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor 2021 (GEM), principal pesquisa sobre empreendedorismo do mundo, feita em parceria com o Sebrae. Entre eles, 30 milhões são mulheres, mostram dados da mesma pesquisa no ano anteriror.

Uma pesquisa da RME também mostrou que a pandemia serviu de ponto de partida para o surgimento de novas empreendedoras no país. Segundo a rede, o número de empresárias aumentou 40% em 2020, e de todas as donas de pequenos e médios negócios do país, cerca de 26% abriram suas empresas já durante a pandemia.

Programação

Durante o evento, que acontece entre os dias 25 e 26 de maio, os participantes terão acesso a conteúdos sobre investimentos, inovação e tecnologia, por meio de palestras, workshops, mentorias e dolphin tank. O Mansão das Empreendedoras será transmitido pelo canal do YouTube da RME.

25/05 (quarta)

● 9h | Abertura

● 9h30 | Workshop: Prototipar e pivotar

● 11h05 | Workshop: Gestão financeira para startups

● 15h30 | Painel: Mulheres na liderança de startups

● 16h | Mentoria

●  16h45 | Apresentação: Pitch Deck para investidores

26/05 (quinta)

● 09h | Boas-vindas

● 09h30 | Workshop: Experiência do cliente: como posicionar o meu negócio

● 11h05 | Workshop: Fontes de capital e como me preparar para receber investimento

● 14h30 | Painel: Investimentos para mulheres de startups - oportunidades e desafios

● 15h30 | Reunião ecossistema: Aprendizados e soluções do ecossistema para startups e mulheres

● 16h30 | Dolphin Tank das aceleradas

LEIA TAMBÉM

A lição de Alexandra Carter, de Columbia, para o protagonismo feminino

As 5 competências essenciais para mulheres líderes