HRT terá primeiro poço perfurado em 60 dias

Primeiro dos 12 poços previstos para este ano sairá com um mês de antecedência

São Paulo – A petrolífera HRT terá seu primeiro poço perfurado na bacia do Solimões nos próximos 60 dias – um adiantamento de um mês em relação ao prazo original. A meta da empresa é perfurar 12 poços neste ano e iniciar suas operações comerciais. Além dos blocos da Bacia do Solimões, a HRT tem nove poços na costa da Namíbia. 

“A primeira sonda que vai executar a perfuração na bacia de Solimões está quase pronta”, disse Márcio Mello, presidente da empresa, em teleconferência. “A chuva diminuiu o número de voos e dificultou o transporte para a região, mas conseguimos normalizar a situação.” Segundo o executivo, a licitação para mais três sondas deve sair até o final do mês.

A HRT divulgou seu primeiro balanço após abrir seu capital em outubro. A empresa encerrou 2010 com prejuízo líquido consolidado de 142,370 milhões de reais. Em 2009, suas perdas foram de 12,635 milhões de reais. Por enquanto, a receita líquida gerada pela companhia foi de 15,593 milhões de reais no ano passado, ante 21,992 milhões em 2009.

As despesas operacionais saltaram de 29,221 milhões de reais, no ano retrasado, para 140,160 milhões em 2010. Os números refletem a fase de implantação da empresa.

Em meados de fevereiro, a HRT comprou a canadense UNX, que elevou suas reservas líquidas estimadas de petróleo e gás em 1,6 bilhão de barris de óleo equivalentes. Com isso, o total passou para 4,519 bilhões.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também