Negócios

GOL e Turkish Airlines fecham acordo de compartilhamento de voos

Clientes da Turkish Airlines poderão comprar bilhetes da GOL no Brasil e brasileiros terão acesso a conexões da empresa turca a partir de Istambul. Expectativa é que, no futuro, as companhias ampliem a parceria para outros destinos

GOL LINHAS AÉREAS: empresa se comprometeu a pagar 70,7 milhões de reais como reparação à Caixa Econômica Federal / GOL/Divulgação (GOL/Divulgação)

GOL LINHAS AÉREAS: empresa se comprometeu a pagar 70,7 milhões de reais como reparação à Caixa Econômica Federal / GOL/Divulgação (GOL/Divulgação)

A GOL Linhas Aéreas anunciou um acordo de codeshare e FFP (Frequent Flyer Partnership) com a Turkish Airlines, companhia aérea da Turquia, que opera há 90 anos. 

O acordo prevê que clientes da Turkish Airlines da África, Ásia, Extremo Oriente e Oriente Médio possam adquirir passagens com conexões da malha operada pela GOL no território brasileiro. Atualmente, a Turkish Airlines opera sete voos diários para o aeroporto internacional de São Paulo em Guarulhos (GRU).

Últimos dias – Garanta o seu lugar entre as melhores do Brasil, entre no Ranking Negócios em Expansão 2022

Por meio do acordo de Codeshare, os passageiros da Turkish Airlines poderão comprar, diretamente nos canais de vendas da empresa aérea turca, bilhetes para voos operados pela GOL no Brasil. 

Além dos bilhetes, as duas companhias também vão realizar uma parceria com os programas de milhas. Em nota, a companhia afirmou que clientes Smiles, da GOL e Miles&Smiles, da Turkish, terão acesso a benefícios de acúmulo e resgate em ambas as companhias aéreas.

As empresas começarão disponibilizando os benefícios de resgate e, em seguida, os de acúmulo de milhas serão oferecidos.

A expectativa é que, no futuro, as companhias ampliem a parceria para outros destinos internacionais operados pela GOL. Para os brasileiros, a companhia oferecerá conexões com a Turkish Airlines a partir de Istambul a muitos outros aeroportos ao redor do mundo. O acordo de codeshare ainda precisa ser aprovado pelo CADE. 

“Com esta parceria, esperamos também contribuir para as relações comerciais entre nossos respectivos países” disse Bilal Ekşi, CEO da Turkish Airlines.

VEJA TAMBÉM

Mercado Livre e GOL firmam acordo para reduzir prazo de entrega em até 80%

GOL atrai R$ 948 milhões da American Airlines e busca novas captações

Acompanhe tudo sobre:Aviaçãocompanhias-aereasGol Linhas Aéreaspassagens-aereas

Mais de Negócios

Conheça o instituto que viabiliza projetos sociais em diferentes regiões do Brasil

Ajuda da Renner ao RS terá impacto de R$ 50 milhões, diz CEO. O próximo passo: uma coleção especial

Veja alguns motivos pelos quais os brasileiros estão investindo bilhões de dólares em renda fixa

Ranking Negócios em Expansão 2024: veja a lista das empresas selecionadas

Mais na Exame