Lucro da GM aumenta em 264% durante 1º trimestre do ano

A receita da GM foi de 31,5 bilhões no primeiro tri de 2010 para 36,2 bilhões agora

Washington - A General Motors (GM) ganhou US$ 3,151 bilhões durante o primeiro trimestre de 2011, aumento de 264% com relação ao mesmo período de 2010, graças a forte elevação da demanda e as vendas de ativos, como informou nesta quinta-feira a empresa automotiva.

A GM também revelou que o lucro antes dos juros e impostos (Ebit) foi de US$ 3,525 bilhões, 93% superiores ao mesmo período de 2010.

A receita da companhia passou de US$ 31,5 bilhões no primeiro trimestre de 2010 para US$ 36,2 bilhões, ou seja, crescimento de 3,5%.

O presidente da GM, Daniel Akerson, afirmou por meio de um comunicado que "estão seguindo o plano. A GM acumula de forma consecutiva cinco trimestres rentáveis, graças a forte demanda dos clientes de nossos novos veículos de maior eficiência de consumo e uma estrutura de custo competitiva".

Incluídos nos resultados do trimestre (US$ 1,6 bilhão) a venda da participação no fabricante de componentes Delphi e outros US$ 300 milhões pela da Ally Financial, o antigo braço financeiro do fabricante.

Por regiões, as operações da GM na América do Norte registraram Ebit de US$ 2,898 bilhões, aumento de 137,9%.

Na Europa, a GM perdeu US$ 400 milhões, mas o fabricante disse que a cifra é US$ 600 milhões melhor do que no primeiro trimestre de 2010.

Na América do Sul, o Ebit foi de US$ 90 milhões, queda de 66% em comparação com o mesmo período de 2010.

As Operações Internacionais da GM, que engloba as demais regiões do mundo, registraram Ebit de US$ 480 milhões, 47,1% inferiores ao de há um ano.

O fabricante acrescentou que prevê que o Ebit de 2011 "mostre uma sólida melhoria com relação ao de 2010", quando os lucros antes de impostos e juros foram de US$ 7,477 bilhões.

O diretor financeiro da GM, Daniel Ammann, disse que a "GM tem um grande potencial para gerar crescimento rentável no mundo todo na medida em que a recuperação continuar"

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também