Foxconn não confirma que irá investir US$ 30 bilhões nos EUA

Trump havia declarado que o CEO da companhia, Terry Gou, afirmou em particular que a fabricante de eletrônicos investiria US$ 30 bilhões em solo americano
Foxconn: a empresa não abordou a afirmação de Trump sobre o total de investimentos (Reuters/Tyrone Siu)
Foxconn: a empresa não abordou a afirmação de Trump sobre o total de investimentos (Reuters/Tyrone Siu)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 02/08/2017 21:54 | Última atualização em 02/08/2017 21:54Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Madison - A Foxconn não confirmou que planeja investir US$ 30 bilhões nos Estados Unidos, como disse o presidente americano, Donald Trump, citando o CEO da companhia, Terry Gou, em comentários feitos "fora dos registros".

A um grupo de líderes de pequenas empresas, Trump disse, na terça-feira, que Gou afirmou, em particular, que a fabricante de eletrônicos taiwanesa iria investir US$ 30 bilhões em solo americano.

A empresa assinou um acordo com Wisconsin para a implementação de uma fábrica de US$ 10 bilhões.

Em um comunicado, a Foxconn reiterou que a fábrica de Wisconsin "será a primeira de uma série de instalações que vamos construir em vários Estados".

A empresa não abordou a afirmação de Trump sobre o total de investimentos e disse que não anunciou seus planos para outros Estados.

Fonte: Associated Press.