A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Foxconn fecha fábrica de Manaus e demite 300

Fábrica na Zona Franca era a principal fornecedora de componentes e subconjuntos de plástico para celulares da Nokia

São Paulo - A Foxconn fechou uma fábrica na Zona Franca de Manaus. Cerca de 300 pessoas foram demitidas. O anúncio foi feito pela empresa nessa sexta-feira (14).

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Foxconn alegou que perdeu mercado após o governo federal alterar regras de obrigatoriedade para conteúdo nacional nos aparelhos em junho deste ano. 

O governo mudou o PPB (Processo Produtivo Básico), ou seja, a porcentagem mínima de conteúdo nacional na produção de peças para celulares. Entre os componentes atingidos está a carcaça, além de teclas de navegação e mostradores de cristal líquido.
 
Além de dispensar etapas de produção previstas antes em Manaus, a empresa acredita que isso facilita a importação de componentes parecidos pela indústria do setor. Até então, a fábrica na Zona Franca era a principal fornecedora de componentes e subconjuntos de plástico para celulares da Nokia. Após a mudança nas regras, a empresa começou a importar as peças da China e da Índia.
 
Segundo a Foxconn, eram produzidas peças para 16 itens dos aparelhos da Nokia. Após a mudança de regras, a previsão era de fabricas apenas quatro itens em 2013.
 
A Foxconn tinha cerca de 900 empregados na fábrica e anunciou a demissão dos últimos 300. Com o fechamento da unidade de Manaus, a empresa fica com uma fábrica de câmeras fotográficas no Amazonas e seis unidades em São Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também