Negócios

Dois executivos bêbados da RIM fazem avião voltar

Dona do Blackberry suspendeu os envolvidos enquanto aguarda investigações

Blackberry: cada um dos executivos terá que pagar uma restituição de 35.878 dólares à Air Canada (Mario Tama/Getty Images)

Blackberry: cada um dos executivos terá que pagar uma restituição de 35.878 dólares à Air Canada (Mario Tama/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de dezembro de 2011 às 18h40.

São Paulo – Dois executivos bêbados da RIM, dona do Blackberry, forçaram um avião da Air Canadá que voava de Toronto a Pequim a fazer uma escala não programada em Vancouver. O incidente ocorreu na noite de segunda-feira no voo 31 da Air Canada, segundo reportagem do Toronto Star.

Os executivos George Campbell e Alexander Wilson teriam ficado bêbados no voo e causado tumulto, obrigando o piloto a parar em Vancouver. O avião já se encontrava no norte do Alasca.

Em Vancouver, os dois executivos foram presos. Cada um terá que pagar uma restituição de 35.878 dólares à Air Canada além de ficar em liberdade condicional por um ano, durante o qual não poderão ter contato com membros da Air Canada. 

A RIM informou que, baseada nas informações limitadas disponíveis até o momento, suspendeu os envolvidos enquanto aguarda maiores investigações. 

Acompanhe tudo sobre:AviaçãoBlackBerryComportamentoEmpresasSetor de transporte

Mais de Negócios

Para se recuperar, empresas do maior hub de inovação do RS precisam de R$ 155 milhões em empréstimos

Investida do bilionário Bernard Arnault, startup faz sucesso usando IA para evitar furtos no Brasil

Riverwood Capital investe R$ 126 mi e quer levar startup mineira de gestão de contratos ao mundo

Oxxo por delivery: rede de "mercadinhos de bairro" anuncia parceria com o Rappi

Mais na Exame