Credores da Oi pedem reunião com Anatel, diz presidente

Na véspera dois dos principais grupos de credores da Oi anunciaram acordo para uma proposta conjunta para o plano de recuperação judicial

Brasília – O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, disse nesta quinta-feira detentores de títulos de dívida da Oi estão pedindo uma reunião com a autarquia, mas não precisou quando ela poderia ocorrer.

Na véspera dois dos principais grupos de credores da Oi anunciaram acordo para uma proposta conjunta para o plano de recuperação judicial da operadora.

O acordo entre International Bondholder Committee e o grupo ad-hoc de detentores de títulos da empresa prevê a injeção de cerca de 3 bilhões de reais na empresa, além da troca de 26,1 bilhões de reais em títulos de dívida por 88 por cento do capital da operadora.

Quadros evitou fazer comentários sobre a proposta e disse apenas que a ela não foi apresentada ainda à agência.

Sobre o prazo desta sexta-feira para a Oi apresentar à agência sua proposta de recuperação, que foi cobrada pela agência em reunião no início do mês, Quadros comentou apenas que “o prazo era hoje, espero que eles tenham hoje colocado no protocolo da Anatel a proposta, como nós solicitamos”.

Representantes da Oi não comentaram o assunto de imediato.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.