Coca-Cola desmente negociação para compra da Monster

Empresa diz que existem acordos de distribuição com a Monster em diversos mercados, mas não existe no momento nenhuma espécie de negociação para aquisição

Nova York - A Coca-Cola, maior fabricante mundial de refrigerantes, desmentiu, no fim da tarde desta segunda-feira, notícias segundo as quais estaria negociando a compra da Monster Beverages.

Conforme a Coca-Cola, existem acordos de distribuição com a Monster em diversos mercados, incluindo os Estados Unidos, e as duas empresas mantêm "contato constante para maximizar o valor de seus pactos comerciais", mas não existe no momento nenhuma espécie de negociação em torno de uma eventual aquisição.

As ações da Monster, que chegaram a subir mais de 15% no decorrer da sessão, fecharam em queda de 0,81%, a US$ 65,00, e continuavam em queda no after-hours. A Coca-Cola fechou com perda de 0,40%, a US$ 76,32 por ação.

Mais cedo, o Wall Street Journal citou fontes para noticiar que a Coca-Cola estava negociando a aquisição da Monster Beverage, uma transação que, se concretizada, ajudaria a maior fabricante mundial de refrigerantes a expandir sua presença no crescente mercado de bebidas energéticas, disseram fontes. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.