Carrefour afirma que vendas na China pararam de cair

As vendas do Carrefour na China caíram 5,7% nos nove meses deste ano, com base em um número constante de lojas

Paris - A varejista francesa Carrefour afirmou que as vendas em suas lojas na China pararam de cair nos últimos dois meses e deverão subir em 2013, segundo reportagem do jornal francês Le Figaro, que citou declarações do executivo-chefe da empresa, Georges Plassat.

As vendas do Carrefour na China caíram 5,7% nos nove meses deste ano, com base em um número constante de lojas.

Plassat disse ao jornal que a empresa planeja abrir 24 hipermercados na China no próximo ano, depois de ter aberto 21 neste ano. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.