Cade aprova compra da Celg pela Enel sem restrições

Cade aprovou, sem restrições, a compra da distribuidora da Celg pela italiana Enel

Brasília - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra da distribuidora de energia de Goiás Celg pela empresa Enel Brasil S/A.

A aprovação do ato de concentração foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira, 27.

O leilão da distribuidora goiana ocorreu no fim de novembro. Controlada pela Eletrobras, a Celg foi arrematada pela italiana Enel por R$ 2,187 bilhões.

A Enel foi a única a apresentar proposta no leilão, a primeira privatização do governo Michel Temer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.