Negócios
Acompanhe:

BNDES Day: evento discute como ampliar crédito a PMEs do Brasil

Ampliação da concessão ao crédito é um dos assuntos do BNDES Day, evento promovido pelo BNDES para discutir desenvolvimento econômico sustentável

Micro e pequenas empresas: ampliação da concessão ao crédito é um dos assuntos do BNDES Day (Prostock-Studio/Getty Images)

Micro e pequenas empresas: ampliação da concessão ao crédito é um dos assuntos do BNDES Day (Prostock-Studio/Getty Images)

M
Maria Clara Dias

7 de dezembro de 2022, 06h00

Em comemoração aos seus 70 anos, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) realiza nesta quarta (7) e quinta-feira (8), o BNDES Day. O evento discutirá, entre outros temas, a concessão de crédito para micro, pequenas e médias empresas.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

Sobre o que é o BNDES Day

Da sede do Banco, no Rio de Janeiro, serão realizados diversos painéis relacionados a temas como infraestrutura, crédito para pequenas empresas, modernização do estado e desenvolvimento sustentável. A ideia é pautar discussões com temas relevantes à indústria e à economia brasileira no próximo ano.

Além dos painéis, que acontecerão ao longo dos dois dias de programação, o BNDES Day também reunirá casos de sucesso entre parceiros responsáveis por debater as melhores estratégias para promoção do desenvolvimento sustentável do país.

Entre os participantes do BNDES estão executivos do banco e representantes de agências nacionais, sindicatos, bancos, grandes empresas e startups. Entre eles:

  • Walter Baère - Presidente do Conselho de Administração do BNDES;
  • Gustavo Montezano - Presidente do BNDES;
  • José Gordon - Diretor-Presidente da Embrapii;
  • Flavia Palacios - CEO da Opea Capital;
  • Martha de Sá - CEO da  Vert Capital;
  • Adriana Diaféria - Vice-Presidente da FarmaBrasil;
  • Carlos Takahashi - Vice-presidente da ANBIMA;
  • Anita Fiori - Lead Investment Officer do IDB Lab;
  • Luciano Correa da Fonseca - Co-CEO e sócio da Carbonext

Qual é a relação entre o BNDES E PMEs

Assim como o posicionamento sustentável e compromissos públicos por encurtar as rédeas na concessão de crédito para financiamento de empresas que não sejam "verdes", a ajuda a pequenas e médias empresas tem pautado a agenda do BNDES nos últimos anos. Com a pandemia, o banco aprovou diversas linhas de crédito emergenciais para o auxílio de PMEs em busca de empréstimos para dar sobrevida aos negócios.

Um deles, o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (FGI PEAC), lançado em 2020, estimulava bancos e cooperativas do setor a oferecer linhas de crédito especiais para PMEs ao garantir menores riscos de inadimplência para essas instituições financeiras — o Banco se comprometeu a cobrir até 80% do valor dos contratos.

Em agosto deste ano, o programa foi reaberto, na tentativa de ampliar a geração de crédito para pequenas empresas e também para inserir, pela primeira vez, microempreendedores individuais (MEIs), entre os beneficiários. O novo programa agora é válido até dezembro de 2023.

LEIA TAMBÉM: BNDES reabre programa de garantia ao crédito para PMEs; saiba como funciona

Além do PEAC, os esforços do BNDES em relação às pequenas empresas também tem se estendido a programas de capacitação em larga escala. Em programa criado em parceria com o Movimento Bem Maior e Fundação Dom Cabral, o banco pretende capacitar até 20.000 empreendedores de baixa renda do país até 2025.

A ação dará acesso a conteúdos em vídeo, podcasts, e-books e testes que abordam os principais desafios enfrentados por empreendedores, em plataforma digital criada pela Fundação Dom Cabral, além de mentorias individuais e apoio psicossocial de mentores voluntários.