Audi eleva meta de vendas para 1,7 milhão de carros em 2014

Montadora registrou recorde de vendas em setembro com cerca de 160.000 unidades comercializadas em todo o mundo

São Paulo - A Audi registrou este ano o melhor resultado para o mês de setembro de sua história. Foram mais de 160.000 carros vendidos em todo o mundo.

O resultado foi anunciado pelo presidente da montadora no Brasil, Jörg Hoffman, durante a abertura do Salão do Automóvel de São Paulo, nesta terça-feira.

Com os números, a empresa elevou a meta global de vendas para 1,7 milhão de unidades. Até 2020, espera-se que sejam vendidos 2 milhões de carros.

De acordo com Hoffmann, o Brasil tem um grande peso no resultado da companhia. Só no primeiro semestre deste ano a empresa vendeu no país quase o total vendido no ano passado.

Foram 9.700 carros vendidos até o final de setembro no Brasil, o que, segundo Hoffmann, elevou a Audi ao posto de marca que mais cresceu no país.

O saldo positivo é simbólico, já que a montadora completa 20 anos no Brasil em 2014.

A empresa elevou o patamar de vendas para mais de 1.000 carros por mês. No início do ano, o objetivo era vender 10.000 unidades no Brasil no período, mas expectativa subiu para 12.000.

Até 2015, estima-se que sejam mais de 15.000 unidades vendidas no país e até 2020, 31.000.

Investimento

Nas palavras de Hoffmann, a Audi tem planos ambiciosos para a o Brasil. A companhia está investido R$ 300 milhões em novas lojas por aqui.

"Estamos investindo como nunca no Brasil", disse o executivo.

Em 2013, a montadora tinha 28 lojas da montadora no país. Este ano já foram abertas cinco novas e outras sete devem ficar prontas até dezembro, totalizando 40.

A empresa também está investindo na construção de um novo centro de treinamento em São Paulo, com foco na experiência do cliente pós-vendas.

No estado, a companhia já oferece o serviço Audi Express, pelo qual a revisão de veículos é feita em menos de uma hora. No ano que vem, a opção deve chegar a Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG).

"A Audi está no Brasil pra ficar" reforçou Hoffmann, completando que a montadora investirá R$ 500 milhões em uma nova linha de produção em São José dos Pinhais, no Paraná.

Vendas no Brasil

A Audi está entre as 20 maiores montadoras do país em número de veículos vendidos. Até setembro, a companhia comercializou mais de 8.900 automóveis, segundo dados da Fenabrave.

No mercado brasileiro, a montadora alemã detém 0,37% de participação. Já a rival BMW detém 0,45% de market share por aqui.

O Salão do Automóvel de São Paulo abre as portas para o público a partir do dia 30 de outubro e vai até 9 de novembro. O evento acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Avenida Olavo Fontoura, 1.209.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.