Ambev construirá usina de oxigênio e doará produção para UTIs de SP

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, disse que a Ambev se prontificou a criar uma usina de oxigênio em Ribeirão Preto e doar integralmente a produção

A Ambev construirá uma usina de oxigênio em Ribeirão Preto e doará toda a produção para leitos de unidades de terapia intensiva do Estado de São Paulo, disse nesta segunda-feira o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia (DEM).

Após reunião com representantes dos fornecedores de oxigênio, coordenada pelo governador João Doria (PSDB), Garcia disse que foi garantido o abastecimento de oxigênio para os hospitais de SP, em um momento em que a ocupação das UTIs no Estado está acima de 91%.

"Fornecedores garantiram o abastecimento de oxigênio para os leitos de UTI do nosso Estado de São Paulo. A Ambev se prontificou a criar, num prazo de 10 dias, uma usina de oxigênio em Ribeirão Preto e doar integralmente a produção, que será suficiente para 120 cilindros por dia", disse Garcia em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

"Também a Copagaz utilizará a sua frota, que distribui hoje botijões de gás, para o transporte e a logística de oxigênio. Esse esforço do governo de São Paulo é para atender a rede estadual de hospitais, mas também leva em conta as redes municipais de hospitais públicos, a rede de entidades filantrópicas --as nossas Santas Casas  - e também a rede privada", acrescentou.

A Ambev informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a usina, a ser montada em parte da unidade da cervejaria Colorado, abastecerá não somente o Estado de São Paulo, mas todo o Brasil.

Em nota, a cervejaria afirmou que a produção deve começar no início de abril com capacidade de produzir oxigênio hospitalar para atender até 166 pessoas por dia.

"Equipamentos já estão sendo adquiridos e a expectativa é que a produção comece no início de abril. A usina terá capacidade para produzir 120 cilindros de 10m3 por dia e será operada pelos times da Ambev, que trabalharão em turnos para garantir a produção 24h por dia. Os cilindros de oxigênio serão doados para unidades de saúde em situação crítica no estoque de oxigênio", afirmou a companhia.

O Brasil vive o pior momento da pandemia de covid-19, com mais de 2 mil mortes em média por dia e com a maioria dos Estados com ocupação de leitos de UTI próxima do limite, o que tem levado a temores de desabastecimento de oxigênio como ocorreu no início deste ano em Manaus.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.