Abílio Diniz pode aumentar participação no Carrefour

Segundo jornal Valor Econômico, a Península Participações se prepara para captar recursos de terceiros e pode investir no Carrefour

São Paulo – Abílio Diniz pode investir em mais uma fatia do Carrefour, a partir da Península Participações. Ele já detém 10% das participações do Carrefour no Brasil, além de 3,5% na operação francesa.

As informações são do Valor Econômico. Segundo o jornal, a Península Participações, que gerencia cerca de R$10 bilhões de Diniz e sua família, estaria se preparando para captar recursos de terceiros.

O contrato de investimento no Carrefour Brasil permite que a Península aumente, em seis meses, sua fatia de 10% para 12%. Além disso, poderia, em cinco anos, ampliar para até 16% do capital, ainda segundo o jornal. 

A Península pode arrecadar alto entre R$350 milhões e R$1 bilhão, tanto junto a investidores nacionais quanto internacionais.

O empresário é filho do criador do concorrente Grupo Pão de Açúcar, mas saiu do grupo em outubro de 2014.

Desde então, investiu cerca de R$3,3 bilhões no Carrefour e é presidente da BRF, uma das maiores fornecedoras da varejista. Essa atuação dupla acende debates sobre conflitos de interesse, que Diniz afirma não existirem. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.