A receita do brasileiro de 1 bilhão de dólares para ser livre (de verdade)

Em seu mais novo livro, o investidor Lucas Battistoni mostra como dar uma guinada na vida financeira, pessoal e espiritual
Lucas Battistoni: em cinco anos, time treinado por ele faturou 1 bilhão de dólares (Ageimagem/Divulgação)
Lucas Battistoni: em cinco anos, time treinado por ele faturou 1 bilhão de dólares (Ageimagem/Divulgação)
R
Redação

Publicado em 03/03/2022 às 11:28.

Última atualização em 03/03/2022 às 11:31.

Lucas Battistoni já palestrou em mais de 24 países e treinou mais de 1 milhão de pessoas. No palco, o jovem de apenas 35 anos chama a atenção não só pelo seu poder de persuasão, mas também pela sua trajetória de superação. Aos 18 anos, ele perdeu a mãe e teve que embarcar ao lado do irmão mais novo para a Alemanha, onde havia ganhado uma bolsa para estudar administração de empresas.

De volta ao Brasil, Battistoni fez uma pós-graduação, trabalhou no mercado financeiro e se tornou especialista em fusões e aquisições. Mas foi a convite de um amigo, em 2014, que ele encontrou, na empresa de marketing multinível Hinode, o talento para as vendas. “Comprei um kit de alguns produtos, comecei a vender e divulgar, montei uma pequena equipe, e hoje, oito anos depois, são mais de 100.000 pessoas nesse time”, diz ele.

De porta em porta, o time montado por Battistoni bateu, nos cinco primeiros anos, 1,5 bilhão de dólares em vendas. Hoje, as equipes espalhadas por oito países faturam, segundo ele, em torno de 500 milhões de reais por ano. Além do trabalho na Hinode, o executivo é sócio-fundador de uma holding que atua no mercado imobiliário, e membro do conselho de administração na Futurum Capital, uma gestora de investimentos e desenvolvedora de startups.

Na entrevista a seguir, Battistoni, que treinou executivos de sucesso como Diego Barreto, VP de Finanças e Estratégia do iFood, e teve Thiago Nigro, conhecido como Primo Rico pelo seu canal no YouTube, em sua equipe de marketing de relacionamento, faz uma reflexão sobre o que é de fato ser livre. Confira:

EXAME – No seu livro você defende a liberdade mental, financeira, social e espiritual. O que é liberdade para você?
Lucas Battistoni – Liberdade, para mim, é um estado interno. É algo que você se torna, um estilo de vida. Vamos nos tornando livres à medida que vamos conhecendo a pessoa que está dentro de nós e conseguimos nos desprender de tudo aquilo que não nos faz tão bem. Quando pedimos muito pouco ou quase nada e agradecemos muito pelo que já temos e já somos. Sem condicionar nossa felicidade.

Quais são os aspectos fundamentais para quem quer conquistar a tão sonhada liberdade financeira?
Você é livre financeiramente quando não sofre para ganhar dinheiro. Quando consegue descasar seu tempo da sua geração de renda. E, para que isso aconteça, existem três coisas importantes: organizar suas finanças (ou seja, conhecer receitas e gastos); estabelecer objetivos claros e aprender a priorizar os gastos; e, por fim, poupar e aprender a investir. Seu dinheiro tem que ser um aliado na realização dos seus sonhos.

Ao que você atribui o seu sucesso pessoal e profissional?
Infelizmente, como a maioria das pessoas, eu precisei viver um choque pessoal e ter muitas necessidades quando minha mãe faleceu comigo ainda muito jovem para “acordar”. Ter muitos sonhos e ninguém com quem contar me obrigou a amadurecer. Aprendi na pele que o segredo para o sucesso não é querer ter menos problemas, mas sim querer ter mais habilidades. Buscar ser melhor perante os desafios fez com que eu tivesse mais visão, disciplina, determinação, mentalidade resolvedora, organização e energia – para mim, alguns dos atributos fundamentais do sucesso.

Quais são os principais erros de quem não consegue ser protagonista da própria vida?
Não pensar sobre o futuro e não ter objetivos claros para si e para os seus são alguns deles. Outras atitudes que atrapalham são o famoso “deixe a vida me levar”, terceirizar responsabilidades, se vitimizar e procrastinar; ou seja, não terminar o que começou ou sequer começar.

Você dá muitas palestras pelo mundo. Quais são os aprendizados que quer deixar?
Meu principal objetivo nas palestras é empoderar as pessoas e fazê-las acreditar que sucesso é para todos e não para escolhidos. Ensino a buscarem a definição própria de sucesso dentro de si, e não na rede social de alguém. É mágico quando as pessoas realmente começam a acreditar nelas mesmas. Isso não tem preço. Jim Rohn, uma das maiores referências de vendas do mundo, sempre dizia para empresários e empreendedores em suas palestras: “Invista mais em você do que no seu negócio.” E é isso que quero deixar como recado final aqui. Que nesse ano de 2022 você seja a prioridade da sua vida. Liberte-se de tudo aquilo que tem impedido você de voar mais alto e só vai!

Veja Também

Caio Carneiro: cuidado com a adaptação prejudicial
Um conteúdo Bússola
Há uma semana • 3 min de leitura

Caio Carneiro: cuidado com a adaptação prejudicial

Joel Jota: quem fala com todo mundo, não fala com ninguém
Um conteúdo Bússola
Há 2 semanas • 4 min de leitura

Joel Jota: quem fala com todo mundo, não fala com ninguém