Zimbábue prende homem ligado à morte de leão Cecil

No sábado, três sul-africanos foram acusados por uma corte de capturar ilegalmente as palancas-negras, um tipo de antílope, e tentar exportá-las sem permissão

Harare - A polícia do Zimbábue prendeu nesta terça-feira um caçador local ligado à morte do leão Cecil, um patrimônio nacional, em julho, desta vez acusado de transportar 29 palancas-negras sem permissão e de ser cúmplice no contrabando dos animais.

Theo Bronkhorst já tem julgamento marcado para 28 de setembro pela acusação de ter violado regras de caça ao ajudar um dentista norte-americano a matar Cecil, um raro leão de juba negra de 13 anos de idade, nas proximidades do parque Hwange. A morte do leão despertou revolta mundial.

Charity Charamba, porta-voz da polícia, disse à Reuters que Bronkhorst foi preso na segunda-feira na cidade de Bulawayo e que irá comparecer ao tribunal da cidade de Beitbridge, no sul do país, na quarta-feira.

No sábado, três sul-africanos foram acusados por uma corte de capturar ilegalmente as palancas-negras, um tipo de antílope, e tentar exportá-las sem permissão.

A polícia afirma que os três levaram as palancas-negras de um parque de caça particular na estância de Victoria Falls no dia 11 de setembro e foram até um ponto de cruzamento ilegal no rio Limpopo, em Beitbridge.

O crime foi descoberto quando os caminhões com os animais ficaram atolados no rio, o que levou à prisão dos três homens.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também