Venezuela nega pedido dos EUA para extraditar Snowden

Nicolás Maduro afirmou que governo americano pediu a extradição do ex-consultor da CIA

Caracas - O presidente Nicolás Maduro afirmou nesta quinta-feira que o governo dos Estados Unidos pediu à Venezuela a extradição do ex-consultor da inteligência americano Edward Snowden, acusado de espionagem.

"O governo dos Estados Unidos entregou a nossa chancelaria um 'papelzinho' (...) pedindo a extradição desse jovem, o Snowden", declarou Maduro depois de chegar de viagem da Rússia.

"A primeira coisa que vocês têm de fazer para ter moral de pedir a extradição deste jovem (...) que apenas revelou os crimes que vocês cometem contra a humanidade, é nos entregar Luis Posada Carriles, a quem protegem", acrescentou Maduro.

Posada Carriles, ex-agente cubano da CIA, é acusado pela Venezuela de ser o autor intelectual de um ataque com bomba que deixou 73 mortos contra um avião cubano que decolou de Caracas em 1976.

"Não têm moral para pedir a extradição de um jovem que está alertando para a ilegalidade com que o Pentágono, a CIA e o poder dos Estados Unidos atuam. (...) Eu, como chefe de Estado, rejeito qualquer pedido que façam de extradição", concluiu.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.