A página inicial está de cara nova Experimentar close button

TV flagra mensagem de Vacarrezza prometendo blindar Sérgio Cabral

"Não se preocupe, você é nosso e nós somos teu", escreveu Vaccarezza a Cabral em SMS

São Paulo - O deputado federal e ex-líder do governo Cândido Vaccarezza (PT-SP) foi flagrado nesta quinta-feira, durante sessão da CPI do Cachoeira, tranquilizando o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que corria risco de ser convocado a depor.

O texto enviado por SMS durante as discussões, destinado a Cabral, dizia claramente: "A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é nosso e nós somos teu". As imagens foram registradas por um cinegrafista do Jornal do SBT e exibidas na edição de hoje do programa.

https://youtube.com/watch?v=ldlruWnMJyI

Após a exibição do vídeo, Vaccarezza voltou atrás através do Twitter e postou na rede que "as relações do PT com o maior partido da base aliada nunca vão estremecer". O deputado ainda classificou o SMS como "uma troca de mensagens entre eu e o Cabral num momento de irritação".

Votação

As imagens foram feitas exatamente no dia em que a CPI deu sinais de que tudo pode virar pizza. Na sessão de hoje, o requerimento que pedia a quebra de sigilo da matriz da empresa Delta Construções, que fica no Rio de Janeiro, foi retirado de pauta. A convocação de seu ex-diretor, Fernando Cavendish, também deixou de ser votada, por decisão do relator, Odair Cunha (PT-MG). Vaccarezza foi um dos principais defensores do adiamento.

O relator também optou hoje por não colocar em votação as convocações de três governadores: o de Goiás, Marconi Perrilo (PSDB), do próprio Cabral (PMDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). O deputado defendeu a decisão, afirmando que a CPI não é lugar para "devassa"."A CPI não pode se transformar numa casa de espetáculo ou de devassa", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também