Trabalhadores entram na Usina de Fukushima

Essa é a primeira vez, desde os acidentes radioativos no Japão, que uma equipe entra no local

Brasília – Pela primeira vez desde os acidentes radioativos no Japão, uma equipe de trabalhadores entrou hoje (5) no reator número 1 da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi. Após o terremoto seguido por tsunami em 11 de março, houve uma série de vazamentos e explosões de hidrogênio.

As informações são da rede de televisão estatal do Japão, a NHK. Nesta manhã, dois trabalhadores entraram no prédio para instalar um purificador de ar para conter a contaminação por radiação. De acordo com a direção da empresa Tokyo Electric Power Company (Tepco), que administra a usina, o trabalho será mantido por tempo indeterminado.

O plano é dividir os trabalhadores em grupos de três, sendo que cada um trabalhará por cerca de 10 minutos na instalação de dutos de ar. No total, serão oito purificadores. Os trabalho é a primeira etapa para a instalação de um sistema de refrigeração a água dentro do reator.

De acordo com Tepco, a meta é colocar o purificador de ar em funcionamento ainda hoje. A empresa informou que levará pelo menos três dias para purificar o ar contaminado. A expectativa é reduzir o nível de radiação de modo que os trabalhadores permaneçam por um longo período, que não foi divulgado de quanto tempo será.

No próximo domingo (8), os trabalhadores entrarão no prédio para verificar danos nos tubos e válvulas que serão usados no sistema de refrigeração. A empresa planeja iniciar os trabalhos para circular a água e remover calor do reator em 16 de maio.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também