Tiroteio em reza do fim do Ramadã deixa 6 mortos no Iêmen

Um grupo disparou contra uma pessoa que se mostrou contrariada quando vários fiéis gritaram frases favoráveis ao movimento rebelde

Sana - Ao todo, seis pessoas morreram neste domingo em uma troca de tiros entre rebeldes houthis e homens de uma tribo durante a oração do primeiro dia do Eid al-Fitr, que marca o fim do Ramadã, na província de Haja, no noroeste do Iêmen.

O membro de uma tribo, que não quis se identificar, disse que vários rebeldes que rezavam em uma mesquita dispararam contra uma pessoa que estava no mesmo templo, depois que ela se mostrou contrariada quando vários fiéis gritaram frases favoráveis ao movimento rebelde no fim da oração que marca o começo do Eid al-Fitr.

Os disparos foram respondidos por outras pessoas, o que desencadeou uma troca de tiros, que terminou com a morte de quatro homens de tribos e dois simpatizantes dos houthis.

De acordo com testemunhas, depois disso os houthis enviaram reforços para isolar a área.

O Iêmen é palco de uma guerra civil entre os rebeldes houthis, que controlam a capital - Sana - e forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, reconhecido internacionalmente e que conta com o apoio de uma aliança militar liderada pela Arábia Saudita.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.