Socorristas ainda buscam sobreviventes de avalanche na Itália

O centro da Itália enfrenta há 10 dias nevascas históricas, e foi atingido na última quarta-feira por quatro terremotos, de 5,2 a 5,7 de magnitude

Socorristas prosseguiam neste sábado (21) na corrida contra o tempo para encontrar sobreviventes nos escombros de um hotel soterrado por uma avalanche nesta quarta-feira no centro da Itália, após conseguirem resgatar quatro pessoas durante a noite.

Os bombeiros anunciaram hoje que conseguiram resgatar, às 3h, duas mulheres e um homem. Três horas depois, retiraram com vida outro homem.

Os socorristas também encontraram o corpo de duas mulheres e um homem, o que eleva o número de vítimas fatais para cinco. Dois corpos haviam sido encontrados no primeiro dia de buscas.

No total, as equipes de resgate conseguiram salvar nove pessoas, entre elas as quatro crianças que estavam no hotel de montanha no momento da tragédia. Outros dois sobreviventes foram encontrados fora do hotel com a chegada dos socorristas, na madrugada de quinta-feira.

Segundo estimativas, havia cerca de 30 pessoas no hotel, entre clientes e funcionários, no momento da avalanche.

Neste sábado, as equipes continuavam buscando mais de 15 desaparecidos. Ontem, foram resgatadas em bom estado de saúde uma mulher e quatro crianças. Na hora do deslizamento, o grupo jogava sinuca.

A roupa de frio permitiu aos sobreviventes resistir sob os escombros, explicaram médicos do hospital de Pescara, na costa do Adriático, para onde as vítimas foram levadas. Socorristas também citaram o efeito "iglu" isolante da neve que encobriu o prédio.

Uma das crianças, de 10 anos, contou a jornalistas que a sala de jogos em que ela estava com outras duas crianças foi poupada milagrosamente dos efeitos da avalanche.

"É um milagre!", exclamou sua tia ao saber que o menino estava vivo.

Outro sobrevivente, Giampiero Parete, havia deixado o hotel na quinta-feira para pegar remédios no carro.

"Senti o vento e ouvi um barulho de árvores quebradas. Em seguida, o hotel foi atingido por uma onda de neve gigante e pedaços de montanha", contou a jornalistas. Sua mulher e seus dois filhos também foram resgatados, posteriormente.

Neste sábado, o avanço das equipes de resgate é difícil, porque a estrutura corre o risco de cair. Além disso, uma névoa densa encobriu a região, o que dificulta o voo de helicópteros.

O centro da Itália enfrenta há 10 dias nevascas históricas, e foi atingido na última quarta-feira por quatro terremotos, de 5,2 a 5,7 de magnitude.

Cerca de 7 mil pessoas, incluindo 3 mil soldados, foram mobilizadas para ajudar as vítimas, bem como as centenas de pessoas isoladas que estão há dias sem eletricidade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.