Sete soldados ucranianos mortos no leste em 24 horas

Há mais de dois anos, desde abril de 2014, o conflito entre o exército ucraniano e as milícias separatistas provocou a morte de mais de 9.400 pessoas

Sete soldados ucranianos morreram nas últimas 24 horas no leste da Ucrânia em combates entre rebeldes pró-Rússia e forças governamentais, anunciou o exército.

"Nas últimas 24 horas, sete soldados ucranianos morreram em confrontos e 14 ficaram feridos", afirmou o porta-voz do exército ucraniano, Andrii Lyssenko.

Este é o balanço mais grave para apenas um dia desde o fim de maio.

A situação é particularmente tensa na região de Lugansk, um dos dois redutos rebeldes pró-Rússia, e nas localidades de Propasna, Krymske e Stanitsa Louganska.

"Cada confronto dura quase meia hora, mas pode chegar a até duas horas, como por exemplo na segunda-feira em Stanitsa Luganska", disse Kyssenko.

Os combates prosseguem nas proximidades de Golivka, na região de Donetsk.

Há mais de dois anos, desde abril de 2014, o conflito entre o exército ucraniano e as milícias separatistas provocou a morte de mais de 9.400 pessoas.

O governo ucraniano e os ocidentais acusam a Rússia de apoiar os separatistas, o que o governo russo nega com veemência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.