Sarkozy: não podemos continuar recebendo tantos estrangeiros

O candidato à reeleição assinalou que pretende reduzir à metade o número de estrangeiros que chegam a cada ano na França

Paris - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, candidato à reeleição no próximo dia 6, assegurou nesta terça-feira que seu país não pode "continuar recebendo tantos estrangeiros".

O candidato conservador assinalou que pretende reduzir à metade o número de estrangeiros que chegam a cada ano e submeter a "um exame de francês toda pessoa que queira vir à França", a fim de provar que será capaz de integrar-se.

Sarkozy, que obteve 27,18% dos votos no primeiro turno e ficou atrás do candidato socialista François Hollande (28,63%), assegurou em declarações à televisão pública "France 2" que a intenção de seu rival é "regularizar todo mundo".

Além disso, o candidato da União por um Movimento Popular (UMP) negou que a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, (17,9%) vá decidir o segundo turno, apesar de ter alcançado um resultado histórico para a Frente Nacional (FN) no primeiro turno.

A ascensão da extrema direita na França corresponde a "uma forma de dizer aos outros: "tome conta da nossa situação"", avaliou Sarkozy. Trata-se, segundo a análise do atual presidente, da consequência de "quatro anos de crise fenomenal".

Com relação a suas chances de vitória no segundo turno, no qual todas as pesquisas o dão como perdedor frente a Hollande, Sarkozy lembrou que as enquetes também indicavam "uma abstenção recorde" no último domingo, o que não aconteceu. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também