Rússia reforça controles de alimentos importados da Turquia

Em um comunicado, o ministro da Agricultura, Alexander Tkatshev, denuncia "as repetidas violações das normas russas por parte dos produtores turcos"

A Rússia reforçará os controles sobre os produtos agrícolas e alimentos turcos, alegando violações das normas sanitárias, anunciou o ministério da Agricultura, dois dias depois de um avião militar russo ter sido derrubado pela Turquia.

Em um comunicado, o ministro da Agricultura, Alexander Tkatshev, denuncia "as repetidas violações das normas russas por parte dos produtores turcos", que poderiam afetar 15% dos produtos agrícolas importados de Turquia.

Tkatshev citou a presença de "substâncias proibidas e prejudiciais", assim como doses excessivas de pesticidas ou nitratos.

Há vários anos, a Rússia é acusada de tomar decisões de ordem sanitária com base em suas posições geopolíticas.

Desde o ano passado, Moscou impõe um embargo sobre a maior parte dos produtos alimentares dos países ocidentais que adotaram sanções contra o país em função do conflito na Ucrânia.

A Turquia é um grande exportador de frutas e verduras e um importante fornecedor para a Rússia.

O ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, declarou na quarta-feira que Moscou "reavaliaria seriamente" as relações com Ancara depois que a aviação turca derrubou um de seus aparelhos na fronteira com a Síria, onde a Rússia atua militarmente em apoio ao regime de Bashar al-Assad.

A Turquia afirma que o avião russo violou seu espaço aéreo, o que Moscou nega.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.