Reino Unido move ação contra o BCE

Governo britânico reclama de regra defendida pelo banco que obrigaria as casas de câmbio de Londres a se mudarem para países da zona do euro

Londres - O governo britânico anunciou nesta quarta-feira que está movendo uma ação contra o Banco Central Europeu (BCE) ante a justiça europeia, para se opor a uma regulamentação que poderia obrigar algumas casas de câmbio a mudar sua sede de Londres para algum país da Zona do Euro.

"Iniciamos uma ação contra o Banco Central Europeu ante a Corte de Justiça da União Europeia", disse um porta-voz do ministério das Finanças à AFP.

Procurado pela AFP, o BCE não quis fazer comentários.

A Grã-Bretanha se opõe a uma regra proposta pelo BCE, que prevê que as casas de câmbio que trabalham com a moeda única europeia sejam obrigatoriamente baseadas na zona euro. Em consequência, algumas delas teriam que mudar-se de Londres para Paris ou Frankfurt.

"Esta decisão contradiz as leis e princípios fundamentais do mercado único de Europa, impedindo a compensação de certos produtos financeiros fora da Zona Euro", disse o porta-voz do Ministério de Finanças britânico.

Uma das principais câmaras de compensação de Londres é a LCH.Clearnet, que o grupo acionário britânico London Stock Exchange (LSE) quer comprar.

As casas de câmbio têm uma função fundamental nos mercados organizados, e são cada vez mais importante nas transações efetuadas fora deles.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.