Provedores egípcios oferecem 2 semanas de internet grátis

Medida uma compensação pelos cortes no serviço em meio aos distúrbios no país

São Paulo - Os quatro principais provedores de internet do Egito vão oferecer aos seus clientes duas semanas de acesso livre. Trata-se de uma compensação pelos recentes problemas no serviço, ocorridos em meio aos protestos que paralisaram o país. A Vodafone Egypt, unidade do Vodafone Group no país, a TE Data, a Linkdotnet e a unidade local da Emirates Telecommunications fizeram um anúncio conjunto em árabe na imprensa local.

O aviso dizia: "Caros clientes, devido à paralisação do serviço de internet entre 28 de janeiro de 2 de fevereiro, por razões que estão fora de nosso controle, nós estamos felizes em oferecer a vocês meio mês adicional de serviço gratuito. Os clientes dos quatro principais provedores de serviço de internet irão se beneficiar do período de compensação, esperando que todos entendam essas circunstâncias excepcionais.”

O governo egípcio restaurou o serviço de internet no país em 2 de fevereiro, após dias de problemas na conexão, que dificultaram a organização dos protestos contra o presidente Hosni Mubarak. Apesar disso, as manifestações prosseguiram e Mubarak acabou renunciando na última sexta-feira, depois de passar três décadas no poder.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.