A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Produção de aço da China irá desacelerar no segundo semestre,diz Cisa

Com uma média de produção diária de mais de 1,9 milhão de toneladas este ano, a produção de aço chinês continua em nível recorde nos últimos meses

Xangai - O crescimento da produção siderúrgica da China pode desacelerar no segundo semestre deste ano, uma vez que a fraca demanda por produtos planos verá pouca melhora, afirmou o presidente da associação que reúne as usinas do país.

A demanda por produtos de aços planos, usados em automóveis máquinas e equipamentos e eletrodomésticos, verá um pequeno crescimento na segunda metade do ano, resultando em uma expansão mais lenta na comparação com o primeiro semestre, afirmou Zhu Jimin, presidente da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), em uma reunião interna da entidade.

Os comentários de Zhu foram publicados pelo site da Cisa nesta sexta-feira.

A produção total de aço bruto da China continuou em níveis recordes nos últimos meses, com uma média de produção diária de mais de 1,9 milhão de toneladas este ano, ante 1,7 milhão em 2010. A demanda por aços longos usados em construção civil continua forte, enquanto o país promove campanha para construir milhões de moradias populares.

O consumo aparente de vergalhões cresceu 11,4 por cento no primeiro semestre de 2011 sobre o mesmo período do ano passado, enquanto o de tiras subiu apenas 3,7 por cento.

Zhu afirmou ainda que as usinas integrantes da Cisa viram suas margens de vendas caírem 0,40 ponto percentual sobre um ano antes, para 3,14 por cento no primeiro semestre.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também