Presidente do Peru afirma que país crescerá 5% este ano

Economia do Peru crescerá 5% em 2013 por causa da queda do preço dos metais

Lima - A economia do Peru crescerá 5% em 2013 por causa da queda do preço dos metais, enquanto o projeto de mineração Conga, postergado por causa de protestos sociais, não afetará para a história do país, afirmou neste domingo o presidente peruano, Ollanta Humala, em entrevista.

O presidente peruano afirmou que a queda do preço dos metais "não afetou tanto o Peru como a outros países", e que essa média de crescimento econômico coloca seu país à frente da América Latina nesse tema.

Sobre o projeto minerador Conga, da empresa americana Newmont, Humala disse que sua execução depende da decisão da iniciativa privada, mas também que "não afeta a história do país".

O projeto de extração de ouro e cobre, que representa um investimento de US$ 4,8 bilhões, gerou em 2011 um violento conflito social na região de Cajamarca e a empresa decidiu adiar sua execução apesar de ter o apoio do Governo.

Perguntado sobre a insegurança cidadã, Humala admitiu que "é um grande problema que o peruano vive dia a dia".

Em tal sentido, o governante anunciou a criação de "uma unidade de intervenção rápida que poderia ficar de reserva para atuar em qualquer zona do país".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.