PIB do Chile fecha 2010 com alta de 5,2%

Foi a demanda doméstica que alavancou o crescimento no ano passado

Santiago - A economia do Chile se recuperou da recessão em 2009 e do devastador terremoto ocorrido em fevereiro de 2010, revelaram os números sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2010, divulgados hoje pelo banco central. Segundo a autoridade monetária, a economia chilena registrou expansão de 5,2% no ano passado, na comparação com 2009.

A demanda doméstica, que alavancou o crescimento no ano passado, avançou 16,4%, "graças ao dinamismo no consumo privado e aos investimentos em máquinas e equipamentos", disse o BC. A maior parte dos setores da economia registrou expansão em 2010, com exceção do segmento de pesca e industrial, que tiveram contração de 13,7% e 1%, respectivamente.

O setor de energia elétrica foi o que mais cresceu no ano passado, em 13,7%, refletindo o desenvolvimento de duas unidades de regaseificação de gás natural no fim de 2009, observou o banco central. O setor que reúne o comércio, a área hoteleira e restaurantes cresceu 13,3% em 2010, o que representa um recorde, impulsionado pelas vendas no varejo, no atacado e de automóveis novos.

No quarto trimestre, o PIB do Chile cresceu 5,8% na comparação com o mesmo período de 2009, pelos cálculos do banco central. O PIB do primeiro, do segundo e do terceiro trimestre foi revisado para um crescimento de 1,7%, 6,4% e 6,9%, respectivamente, ante o cálculo anterior de 1,6%, 6,6% e 7%. O banco central informou ainda que o Chile registrou um superávit em conta corrente de US$ 3,8 bilhões em 2010, o equivalente a 1,9% do PIB. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também