ONU alerta para agravamento de problema humanitário na Síria

Nações Unidas pretendem arrecadar no total 8,4 bilhões de dólares para ajudar a população síria, que viu seu país devastado por quatro anos de guerra

Cidade do Kuwait - A ONU alertou nesta segunda-feira para o risco de uma catástrofe humanitária "aterrorizante" na Síria, um dia antes de uma conferência de doadores para a qual as ONGs arrecadaram mais de 480 milhões de dólares.

As Nações Unidas pretendem arrecadar no total 8,4 bilhões de dólares para ajudar a população síria, que viu seu país devastado por quatro anos de guerra. O secretário-geral Ban Ki-moon presidirá a conferência anual na terça-feira, no Kuwait.

"Fracassar na arrecadação de recursos conduziria a uma catástrofe humanitária perigosa e aterrorizante", advertiu Abdullah al-Maatuq, enviado especial da ONU para Assuntos Humanitários, em um discurso para representantes de ONGs.

A diretora das operações humanitárias das Nações Unidas, Valerie Amos, afirmou que a situação na Síria se agravou ainda mais nos últimos meses. Mais de 215.000 pessoas morreram desde março de 2011 no país, 76.000 delas apenas em 2014, o ano mais violento.

Quase metade da população síria está deslocada ou refugiada, uma situação inédita nos últimos 20 anos, segundo a ONU.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.