A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Obama e Abe querem mais sanções contra a Coreia do Norte

Os dois líderes também querem que EUA, Japão e Coreia do Sul reforcem a troca de informações e aumentem sua colaboração perante a ameaça

Tóquio - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, decidiram nesta quarta-feira, após uma conversa telefônica, pedir ao Conselho de Segurança da ONU que aplique sanções mais duras contra a Coreia do Norte devido ao seu recente teste nuclear.

Os dois líderes também querem que EUA, Japão e Coreia do Sul reforcem a troca de informações e aumentem sua colaboração perante a ameaça representada pela Coreia do Norte, informou uma autoridade japonesa à agência local "Kyodo".

Em sua conversa com Obama, Abe considerou que o novo teste nuclear prejudica a paz e a estabilidade internacionais e expressou a esperança de obter o apoio da China, um dos poucos países próximos ao regime de Kim Jong-un, para poder aprovar uma nova resolução de condenação no Conselho de Segurança.

Já o presidente americano reforçou a intenção de buscar a adoção, o mais rápido possível, de uma forte resolução por parte do Conselho da ONU para incluir novas sanções.

Abe também propôs a Obama a possibilidade de Washington e Tóquio elaborarem sanções adicionais às que serão propostas pelo Conselho de Segurança.

A conversa telefônica aconteceu uma semana antes da visita oficial de Abe aos EUA, programada para a próxima semana, no que será o primeiro encontro com Obama desde que o chefe de Governo japonês assumiu o poder, em 26 de dezembro.

Após realizar o terceiro teste nuclear de sua história, a Coreia do Norte ameaçou ainda produzir novos testes de maior intensidade caso os EUA mantenham a sua política de "hostilidade" com relação a Pyongyang.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também