A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Obama diz que os EUA não bisbilhotam pessoas comuns

Presidente dos Estados Unidos disse que a coleta de informações de inteligência pelos EUA é direcionada a áreas específicas de preocupação

Estocolmo - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que os EUA não espionam as ligações telefônicas e as correspondências de pessoas comuns, mas a coleta de informações de inteligência pelos EUA é direcionada a áreas específicas de preocupação.

"Eu posso assegurar ao público na Europa e ao redor do mundo que nós não estamos bisbilhotando os emails das pessoas ou escutando seus telefonemas", disse Obama durante uma coletiva de imprensa conjunta com o premiê sueco, Fredirik Reinfeldt.

"O que nós estamos tentando fazer é mirar, bem especificamente, em algumas áreas de preocupação", disse Obama, acrescentando que tais áreas incluem ações contra o terrorismo, armas de destruição em massa e segurança cibernética.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também