Obama diz que EUA precisam coletar com mais equilíbrio

Presidente tentou encontrar um meio termo sobre as práticas de ampla vigilância pela NSA

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tentou encontrar um meio termo nesta sexta-feira sobre as práticas de ampla vigilância pela Agência de Segurança Nacional, dizendo que algumas verificações são necessárias no sistema, mas que "não podemos desativar unilateralmente".

Em entrevista coletiva na Casa Branca, Obama disse que irá passar as próximas semanas analisando as recomendações de um painel consultivo presidencial sobre como conter a Agência de Segurança Nacional, na esteira das revelações do ex-prestador de serviços Edward Snowden.

Obama disse que alguns lotes de dados telefônicos coletados por agências de inteligência poderiam ser mantidos por empresas privadas, em vez de o governo dos EUA, como forma de recuperar a confiança dos norte-americanos no programa.

"Não podemos desativar unilateralmente", disse Obama. Mas informações podem ser coletadas com mais checagens e equilíbrio, disse ele.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.