Obama culpa lobby por leis complacentes sobre armas nos EUA

"Infelizmente, o poder da NRA no Congresso é extremamente forte", disse Obama em entrevista depois do massacre em igreja de afro-americanos da Carolina do Sul

Rancho Mirage- O presidente Barack Obama culpou a apatia pública, combinada com o forte poder no Congresso da Associação Nacional do Rifle (National Rifle Association), o poderoso lobby das armas nos EUA, por bloquear leis mais rígidas contra armamentos.

Falando durante uma entrevista gravada na sexta-feira, apenas dois dias depois do assassinato em massa em uma igreja de afro-americanos da Carolina do Sul, Obama disse que não prevê qualquer mudança rápida nas leis para armas.

"Infelizmente, o poder da NRA no Congresso é extremamente forte", disse Obama num trecho da entrevista com o “WTF com Marc Maron” publicado pelo New York Times.

Não foi a primeira vez que Obama fez campanha contra a NRA.

Depois do massacre da escola em Newtown, Connecticut, em 2012, uma tragédia que Obama chamou de seu momento mais difícil no cargo, ele pressionou pedindo mudanças nas leis sobre armas de fogo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.