Nova York terá programa de aluguel de bicicletas públicas

Previsto para entrar em operação durante o verão americano de 2012, sistema contará com 10 mil bicicletas e 600 estações

São Paulo – Para estimular a mobilidade alternativa e melhorar a qualidade ambiental de Nova York, o prefeito Michael Bloomberg anunciou na tarde desta quarta a implementação do primeiro sistema público de aluguel de bicicletas da cidade.

Segundo o jornal The New York Times, o sistema vai entrar em operação no ano que vem e contará com 10 mil bicicletas e 600 estações de aluguel – tudo disponível 24 horas. A instalação e gestão do programa público de bikes nova-iorquino ficou ao cargo da empresa Alta Bike Share.

A escolha não foi à toa, já que a empresa responde por projeto semelhante em Portland, no estado de Oregon, noroeste dos Estados Unidos, considerada a melhor cidade norte-americana para andar de bicicleta pela League of American Bicyclists.

De acordo com o site da rede de TV americana NBC, assinaturas anuais do serviço custarão menos de 100 dólares, valor inferior a um passe de metrô mensal. Adesões diárias e semanais também serão oferecidas, mas os preços ainda não foram determinados.

O projeto deve tornar ainda mais irresistível os passeios sobre duas rodas pela cidade, que hoje conta com 300 km de ciclovias. Até famosos como Leonardo de Cáprio e Naomi Watts são vistos pedalando pelas ciclovias nova-iorquinas.

Cidades já colhem bons frutos

Programas de aluguel de bicicletas vêm sendo utilizados por cidades no mundo. Algumas já colhem bons frutos. Recentemente, Barcelona descobriu que o seu Bicing, implementado em 2007, ajudou a reduzir em 24% as mortes na cidade e as emissões de CO2.

Londres foi além e resolveu contabilizar os ganhos financeiros auferidos com as magrelas. Descobriu que ciclismo gera 7,9 bilhões de reais para a economia britânica.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.