Nova lei faria com que 22 mi perdessem cobertura de saúde nos EUA

O número total de norte-americanos que ficariam sem cobertura até 2026 sob a proposta do Senado seria de 49 milhões

Washington - Vinte e dois milhões de norte-americanos perderiam suas coberturas de seguros de saúde durante a próxima década por conta de uma proposta de lei divulgada pelos republicanos do Senado dos Estados Unidos na semana passada, informou nesta segunda-feira o não partidário Escritório de Orçamentos do Congresso (CBO, na sigla em inglês).

Em comparação, o CBO havia estimado anteriormente que legislação similar aprovada pela Câmara dos Deputados iria fazer com que 23 milhões de norte-americanos perdessem coberturas até 2026.

Em uma análise do projeto de lei do Senado, o CBO informou que o número total de norte-americanos que ficariam sem cobertura até 2026 sob a proposta do Senado seria de 49 milhões.

Isto se compara à estimativa do escritório de 51 milhões sob o projeto da Câmara dos Deputados e 28 milhões sob a lei atual.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.