Mundo chega a 30 milhões de casos de coronavírus confirmados

A Índia é o mais recente epicentro da crise, embora as Américas do Norte e do Sul ainda representem quase metade do número de casos globais de coronavírus

Os casos de coronavírus pelo mundo passaram dos 30 milhões nesta quinta-feira, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins, e a pandemia não mostra sinais de desaceleração.

A Índia está firme no foco como o mais recente epicentro da crise, embora as Américas do Norte e do Sul combinadas ainda representem quase metade do número de casos globais.

Os números globais de novos casos diárias atingiram níveis recordes nos últimos dias e o número de mortos se aproxima de 1 milhão enquanto a corrida internacional pelo desenvolvimento e comercialização de uma vacina para a doença aqueceu ainda mais.

O número oficial de casos de coronavírus no mundo é agora mais de cinco vezes maior que o número de casos graves de Influenza registrados anualmente, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Ao redor do mundo, quase um milhão de pessoas morreram por conta da Covid-19, um indicador considerado atrasado dado o período de incubação do vírus, que é de duas semanas. O número supera de longe os piores cenários anuais de mortes ligadas à Influenza, que gira entre 290 e 650 mil.

Nesta semana, a Índia se tornou o segundo país do mundo, depois dos Estados Unidos, a registrar mais de 5 milhões de casos. Na quinta-feira o país registrou um novo recorde no número de novos casos diários, de quase 98 mil.

O país asiático, o segundo mais populoso do planeta, tem reportado mais novos casos diários do que os Estados Unidos desde meados de agosto e representa apenas um pouco mais de 16% dos casos globais conhecidos.

As mortes registradas na Índia têm sido relativamente baixas até agora, mas mostram tendência de alta. O país registra mais de mil mortes diárias por dia há duas semanas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.