Mundo

Mulher resgata 97 cães de rua para protegê-los de furacão Dorian

Tornado atingiu o norte das Bahamas no domingo, dia 1º, com chuvas torrenciais e ventos de cerca de 300 km/h

Cães: Chella Phillips está abrigando quase 100 cachorros em sua casa nas Bahamas (Chella Phillips/Facebook/Reprodução)

Cães: Chella Phillips está abrigando quase 100 cachorros em sua casa nas Bahamas (Chella Phillips/Facebook/Reprodução)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 4 de setembro de 2019 às 11h22.

Uma mulher que vive em New Providence, nas Bahamas, decidiu abrigar quase cem cães na casa dela por causa da ameaça do furacão Dorian. O tornado atingiu o norte da região no domingo, dia 1º, com chuvas torrenciais e ventos de cerca de 300 km/h - um furacão de potência sem precedentes na história deste arquipélago, localizado entre a Flórida, Cuba e o Haiti.

Nas redes sociais, Chella Phillips publicou imagens dos animais e lamentou por aqueles que não conseguiu proteger. "Podemos não ser atingidos com tanta força como outras ilhas e a parte mais triste é que depois do furacão sair das Bahamas, algumas ilhas vão demorar muito para se recuperar. Cada ilha tem uma abundância de cães abandonados. Meu coração está partido por aqueles sem um lugar para se esconder. Só Deus pode protegê-los agora", desabafou.

Chella também relatou como está sendo dividir a casa dela com quase cem cachorros. "São 97 cães que estão dentro da minha casa e 79 deles estão no meu quarto principal. Tem sido uma loucura desde à noite passada, com cocô e xixi sem parar, mas pelo menos eles estão respeitando a minha cama e ninguém se atreveu a saltar nela", comentou no Facebook.

Em algumas imagens, é possível observar que os cães ficam embaixo da cama de Chella e tentam dividir o espaço para descansar um pouco. Não é de hoje que Chella Phillips resgata animais. Ela faz parte da equipe do grupo The Voiceless Dogs of Nassau, nas Bahamas. O abrigo foi fundado há quatro anos e mais de mil cachorros e gatos foram salvos.

Ela não hesitou em contar a história completa no perfil dela no Facebook e também pediu ajuda para os seguidores.

Acompanhe tudo sobre:AnimaisBahamasCachorrosFuracões

Mais de Mundo

Rússia proíbe chefe da Toyota de entrar no país; outros executivos japoneses também foram barrados

Balões com lixo enviados pela Coreia do Norte caem em presídio do lado Sul

Avião de pequeno porte cai no Nepal e deixa 18 mortos; piloto é o único sobrevivente

Kamala x Trump: Eleitorado negro, visado por republicanos, dá sinais de apoio à democrata

Mais na Exame