Mundo
Acompanhe:

Morre Ashton Carter, ex-secretário de Defesa dos EUA

Ele foi secretário de Defesa dos Estados Unidos durante o governo do democrata Barack Obama

"Ele era um marido, pai, mentor e amigo amoroso. Sua perda repentina será sentida por todos que o conheceram", acrescentou (Getty/Getty Images)

"Ele era um marido, pai, mentor e amigo amoroso. Sua perda repentina será sentida por todos que o conheceram", acrescentou (Getty/Getty Images)

A
AFP

25 de outubro de 2022, 16h45

Ashton Carter, secretário de Defesa dos Estados Unidos durante o governo do democrata Barack Obama (2009-2017), morreu aos 68 anos informou sua família.

"A família do ex-secretário da Defesa Ashton B. Carter compartilha, com profunda tristeza, que o secretário Carter faleceu na noite desta segunda-feira, 24 em Boston, após uma parada cardíaca súbita", indicou em um comunicado.

Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia e acesse as notícias mais importantes do Brasil em tempo real.

"Ele era um marido, pai, mentor e amigo amoroso. Sua perda repentina será sentida por todos que o conheceram", acrescentou.

Carter ocupou o posto mais alto do Pentágono de 2015 a 2017. Este período foi o auge da guerra contra o grupo Estado Islâmico (EI), que perdeu as porções de território tomadas no Iraque e na Síria para forças terrestres locais. Na época, estas forças contaram com o apoio de uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Ele também supervisionou mudanças radicais nas Forças Armadas americanas, como a abertura de posições de combate para mulheres e o levantamento da proibição de pessoas transgêneros servirem abertamente no Exército.

Depois de deixar o Pentágono, Carter se tornou diretor do Belfer Center for Science and International Affairs da Escola de Governo John F. Kennedy, da Universidade Harvard.

LEIA TAMBÉM: