Mundo

Morales diz que trabalhará com qualquer vencedor das eleições no Brasil

Presidente boliviano elogiou o trabalho realizado durante a gestão Lula

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h37.

São Paulo - O presidente da Bolívia, Evo Morales, assegurou hoje que "trabalhará" e terá uma "excelente relação" com o vencedor das eleições presidenciais no Brasil, ao mesmo tempo que mostrou sua admiração pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em entrevista à imprensa estatal, Morales lembrou que sua "obrigação" é "coordenar com todos os Governos que saiam dos resultados de uma eleição", algo que já está fazendo com o Executivo chileno liderado por Sebastián Piñera.

"Com quem quer que ganhe vamos ter uma excelente relação, um trabalho permanente. Com quem quer que ganhe, vamos trabalhar. É um país vizinho, irmão, que começou a defender a situação da Bolívia", acrescentou.

Por sua vez, elogiou o trabalho realizado durante a gestão de Lula, por quem disse sentir "admiração" por sua condição de "operário".

Segundo as últimas pesquisas divulgadas ontem à noite pelo Ibope e pelo Datafolha, a candidata favorita é Dilma Rousseff, do PT, a quem as enquetes preveem entre 50% e 51% dos votos, porcentagem que a deixa no limite para ganhar as eleições no primeiro turno.

O segundo colocado é José Serra, do PSDB, que tem 31% das intenções de voto e seria o rival de Dilma em um eventual segundo turno.

Leia mais sobre eleições

Acompanhe as notícias sobre as Eleições 2010 no twitter

Acompanhe tudo sobre:América LatinaBolíviaDados de BrasilEleiçõesEleições 2010Política no Brasil

Mais de Mundo

Dois dias após atentado, Trump faz primeira aparição pública na Convenção Republicana

Biden ordena fornecimento de aparato de segurança para Kennedy Jr. e reforço para o de Trump

Site de Trump usa imagem de seu rosto ensanguentado para arrecadar fundos após atentado

Bolívia anuncia descoberta de megacampo de gás natural

Mais na Exame