Macron visita o Líbano e apuração sobre megaexplosão em Beirute avança

A possibilidade de atentado no porto de Beirute segue sendo investigada inclusive pelos Estados Unidos

Dois dias após a mega explosão em Beirute, o Líbano começa hoje luto oficial de três dias e segue buscando vítimas entre os escombros, o que deve ampliar o número de 137 mortos e mais de 5.000 feridos. Mais de 250.000 pessoas também tiveram que deixar suas casas após uma enorme quantidade de nitrato de amônio explodir na região portuária de Beirute, a capital do país. As perdas materiais estão calculadas em ao menos 15 bilhões de dólares.

Nesta quinta-feira, o presidente francês Emmanuel Macron será o primeiro líder estrangeiro a visitar o país após a tragédia. Trará com ele equipes de resgate e equipamentos para auxiliar o país que antes da explosão já vivia grave crise econômica com cortes de energia por várias horas do dia. A França colonizou o país e foi responsável por demarcar suas fronteiras, em 1920, o que amplia o simbolismo da visita de Macron.

Em outra frente, o Líbano segue investigando a explosão. Oficiais responsáveis pelo porto, e por estocar de forma irregular material explosivo por anos, foram colocados em prisão domiciliar, segundo a agência Reuters. O presidente Michel Aoun afirmou que os responsáveis serão punidos com celeridade. Entre a população a tragédia piorou ainda mais a avaliação dos governantes, responsáveis por um estouro de dívida que quebrou a economia libanesa nos últimos meses.

A possibilidade de atentado segue sendo investigada inclusive pelos Estados Unidos. Segundo a Reuters, moradores dizem ter visto drones sobrevoando o porto antes da explosão. Além de suspeitas, a solidariedade também se espalha pela mundo. O Banco Mundial anunciou que vai trabalhar para a reconstrução de Beirute. Israel, que já viveu duas guerras com o Líbano, homenageou o país ontem. A Jordânia enviou material hospitalar. A torre Eiffel apagou suas luzes para lembrar as vítimas. Em São Paulo, cidade com grande colônia libanesa, a prefeitura iluminou pontos turísticos com as cores do país e decretou luto oficial de três dias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.