Livros podem derrotar terrorismo, diz Malala

A estudante paquistanesa, baleada na cabeça pelo taleban por defender o direito das meninas à educação, disse que os livros podem derrotar o terrorismo

Birmingham – Malala Yousafzai, estudante paquistanesa baleada na cabeça pelo taleban por defender o direito das meninas à educação, afirmou nesta terça-feira, na Inglaterra, que os livros podem derrotar o terrorismo.

A jovem de 16 anos fez um discurso em sua cidade de adoção, Birmingham, antes de revelar uma placa na inauguração da maior biblioteca pública da Europa.

“Me desafiei a ler milhares de livros e ganhar força com o conhecimento. Lápis e livros são as armas para derrotar o terrorismo”, disse Malala, que viajou para a cidade inglesa em outubro do ano passado para ser operada após um ataque no momento em que seguia para a escola no Paquistão.

“Não há uma arma mais poderosa que o conhecimento, nem maior fonte de conhecimento que a palavra escrita”, argumentou.

A adolescente, candidata ao Prêmio Nobel da Paz este ano, falou com desenvoltura, apesar do grave ferimento que sofreu, e mostra apenas um pouco de rigidez no lado esquerdo do rosto.

Malala frequenta a escola em Birmingham, que tem uma grande população paquistanesa. Sua família se mudou para a cidade inglesa.

A biblioteca de Birmingham é um dos grandes projetos para recuperar o centro da cidade e conta com mais de um milhão de livros, incluindo as primeiras edições das obras do dramaturgo inglês William Shakespeare.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.