Kim Jong-Un diz que fará com que Trump pague caro por discurso

Ao chamar Trump de "mentalmente perturbado", Kim disse que seu discurso na ONU confirmou que o programa nuclear está no "caminho correto"

Seul – O líder norte-coreano, Kim Jong Un, disse na sexta-feira (horário local) que seu país considerará a “contramedida linha dura de maior nível na história” contra os Estados Unidos, em resposta à ameaça do presidente dos EUA, Donald Trump, de “destruir totalmente” a Coreia do Norte.

Ao chamar Trump de “mentalmente perturbado” e seus comentários de “a declaração mais feroz de uma guerra na história”, Kim disse que o discurso do norte-americano na ONU na terça-feira confirmou que o programa nuclear de Pyongyang está no “caminho correto”.

“Suas declarações … me convenceram, ao invés de me assustar ou me parar, de que o caminho que eu escolhi está correto e que é esse o que tenho que seguir até o final”, disse Kim em declaração rara divulgada pela agência de notícias oficial KCNA, prometendo fazer Trump “pagar muito caro pelo discurso”.

Trump alertou o líder norte-coreano em seu discurso na ONU que os Estados Unidos, se ameaçados, “destruirão totalmente” o país de 26 milhões de pessoas e zombou de Kim ao chamá-lo de “homem foguete” em uma missão suicida.

Foi a referência mais direta do presidente dos EUA até agora a uma ação militar contra a Coreia do Norte, que realizou o sexto e maior teste nuclear em 3 de setembro.

Além do teste nuclear, a Coreia do Norte lançou dezenas de mísseis desde que Kim chegou ao poder em 2011. Dois mísseis balísticos recentes voaram sobre o Japão, enquanto Pyongyang avança em direção ao objetivo de criar mísseis nucleares que possam atingir os Estados Unidos.

Kim disse que Trump enfrentaria “resultados além de sua expectativa”, sem especificar qual seria a ação da Coreia do Norte.

“Eu segura e definitivamente domarei o mentalmente, perturbado americano senil com fogo”, disse Kim na rara afirmação direta, referindo-se a Trump.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.