Mundo

Kerry ressalta última oportunidade de paz no Oriente Médio

A única maneira de avançar é trabalhar para uma solução de dois estados, disse Kerry


	Para Kerry, a solução do conflito pode "trazer benefícios de longo alcance" para todas as partes interessadas e "não resolver isto se traduzirá em graves consequências"
 (REUTERS/Muhammad Hamed)

Para Kerry, a solução do conflito pode "trazer benefícios de longo alcance" para todas as partes interessadas e "não resolver isto se traduzirá em graves consequências" (REUTERS/Muhammad Hamed)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de junho de 2013 às 20h01.

O secretário americano de Estado, John Kerry, advertiu nesta segunda-feira Israel e os palestinos para que retomem o diálogo de paz aproveitando o que pode ser a última oportunidade de negociação.

"O tempo está acabando. Se não conseguirmos agora, poderemos não ter outra oportunidade", disse Kerry em um foro organizado pela comunidade judaica dos Estados Unidos, em meio a rumores de que o chefe da diplomacia americana deve voltar à região.

"Não podemos deixar que as decepções do passado detenham o futuro. Não podemos deixar que a ausência de paz se converta em uma profecia insuperável", afirmou Kerry em um de seus discursos mais apaixonados em defesa da paz no Oriente Médio.

A única maneira de avançar é trabalhar para uma solução de dois estados, disse Kerry, reafirmando que os Estados Unidos "sempre apoiarão Israel", e que seria melhor "se obtivéssemos um pouco mais de companhia".

Para Kerry, a solução do conflito pode "trazer benefícios de longo alcance" para todas as partes interessadas e "não resolver isto se traduzirá em graves consequências".

Desde que assumiu o cargo, em fevereiro passado, Kerry já visitou Israel quatro vezes, e fixou como um de seus objetivos diplomáticos encontrar um caminho para a retomada das negociações de paz entre Israel e os palestinos.

A direção palestina exige o congelamento total da colonização israelense, mas Netanyahu rejeita qualquer condição prévia para a retomada do diálogo.

Acompanhe tudo sobre:IsraelJohn KerryNegociaçõesPalestinaPolíticos

Mais de Mundo

Legisladores democratas aumentam pressão para que Biden desista da reeleição

Entenda como seria o processo para substituir Joe Biden como candidato democrata

Chefe de campanha admite que Biden perdeu apoio, mas que continuará na disputa eleitoral

Biden anuncia que retomará seus eventos de campanha na próxima semana

Mais na Exame