Homem é preso na Argentina por ameaçar Macri de morte

A ameaça foi feita em 22 de novembro, data do segundo turno das eleições presidenciais, mediante uma ligação para o número de emergência da polícia

Buenos Aires – Um homem foi detido ontem na Argentina por ter ameaçado de morte o presidente eleito, Mauricio Macri, no dia das eleições, informou a polícia à Agência Efe nesta quarta-feira.

O homem, cuja identidade não foi revelada, tem nacionalidade argentina e entre 30 e 40 anos.

A ameaça foi feita em 22 de novembro, data do segundo turno das eleições presidenciais, mediante uma ligação para o número de emergência da polícia, na qual se advertia que Macri seria alvo de um atentado.

A investigação, feita pela Divisão Antiterrorismo da Polícia Federal, permitiu a detenção do homem, que agora está à disposição da Justiça.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.