Hollande promete fazer reforma na educação apesar de greve

A educação é uma área sensível para o governo já impopular do presidente francês

Paris - Milhares de professores entraram em greve em toda a França nesta terça-feira para protestar contra as novas medidas concebidas para reformar o sistema educacional do país, mas, apesar da resistência, o presidente francês, François Hollande, prometeu levar as mudanças adiante.

A educação é uma área sensível para o governo já impopular de Hollande.

Os 840 mil professores franceses são uma bastião de apoio tradicional para Hollande, mas a reforma proposta fez muitos deles se voltarem contra o presidente e o governista Partido Socialista.

Apontada como uma reação ao elitismo e uma forma de garantir um emprego mais justo dos recursos pedagógicos, a reforma recebeu críticas de sindicatos, da oposição conservadora, de setores da esquerda e até da Alemanha, que teme que o ensino de alemão seja prejudicado na França.

“Haverá uma reforma, e será uma que permita que todos sejam bem-sucedidos”, disse Hollande em entrevista coletiva em Berlim, onde participou de conversas sobre mudança climática, ao lado da chanceler alemã, Angela Merkel.

Ele garantiu que o ensino de alemão é uma prioridade nas escolas francesas.

Enquanto os professores se reuniam para manifestações em Paris e em outras cidades, o Ministério da Educação divulgou cifras mostrando que cerca de um de cada quatro professores do ensino secundário afetados pela reforma está em greve.

O SNES-FSU, principal sindicato de educadores do ensino secundário da França, estimou a participação em 50 por cento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.