Hillary deve afinar mensagem antes de debate com Sanders

A pré-candidata presidencial democrata Hillary Clinton irá tentar corrigir sua campanha seriamente abalada

Nova York/Washington - A pré-candidata presidencial democrata Hillary Clinton irá tentar corrigir sua campanha seriamente abalada em um debate com seu rival Bernie Sanders nesta quinta-feira, um confronto que, segundo muitos de seus doadores, lhe permitirá desempenhar o papel combativo que lhe cai bem.

Após a derrota constrangedora por 22 pontos para Sanders na prévia partidária do Estado norte-americano de New Hampshire, Hillary voltou na quarta-feira para Nova York, sede de sua campanha, para trabalhar com seus principais conselheiros e se preparar para o embate com Sanders, que acontece à meia-noite desta quinta-feira (horário de Brasília) em Milwaukee.

Sua campanha negou os relatos de que Hillary está cogitando reformular a equipe, mas assessores admitiram que o acréscimo de novos nomes é uma possibilidade.

Muitas pessoas do amplo círculo de doadores da ex-primeira-dama disseram à Reuters que acreditam que seu fiasco surpreendentemente grande em New Hampshire acabará trazendo à tona seu lado combativo.

Isso ajudaria a endurecê-la no campo de batalha, tanto para as prévias que levarão à indicação democrata quanto para o enfrentamento do candidato republicano na eleição de 8 de novembro, acrescentaram.

Mas alguns doadores afirmaram que uma sensação crescente de nervosismo está se firmando, especialmente depois que a campanha de Sanders declarou ter arrecadado mais de 6 milhões de dólares nas 24 horas posteriores à sua vitória.

A palavra "decepção" surgiu várias vezes durante a teleconferência que a campanha realizou na quarta-feira com doadores e arrecadadores, disse um apoiador de Hillary que acompanhou a conversa.

Muitos doadores afirmaram crer que uma tarefa imediata da ex-secretária de Estado será aprimorar sua mensagem.

Sanders, que se diz um socialista democrático e é senador de Vermont, ergueu sua campanha com a promessa de que irá pôr um freio nas grandes corporações e em Wall Street, enquanto Hillary vem enfatizando suas propostas políticas detalhadas a respeito de temas como o sistema público de saúde e a reforma financeira.

Vários apoiadores disseram que uma mensagem mais simples pode funcionar melhor para Hillary conquistar eleitores, e alguns doadores declararam que gostariam de ver a pré-candidata reformular a maneira como comunica suas ideias aos eleitores.

"Vá ao ponto, seja clara, seja sucinta e faça com que todos, sem exceção, saibam que você tem um plano", disse Shekar Narasimhan, doador de Hillary e sócio-gerente da consultoria Beekman Advisors.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.